1.8.08

Amor




"Quero ser amado por e em tua palavra
nem sei de outra maneira a não ser esta
de reconhecer o dom amoroso,
a perfeita maneira de saber-se amado:
amor na raiz da palavra
e na sua emissão,
amor saltando da língua nacional,
amor feito som
vibração espacial."

Carlos Drummond de Andrade
“Quero”(trecho)

Em vez de música, Drummond.

Quando não há espaço pra música (difícil, né?)
Quando não há espaço pra dizer
Ou não ter o que acrescentar...
Quando tudo é tão pequeno diante de tal cena...
Quando a felicidade deixa de ser plena e vira loucura...
Quando o "eu te amo" é pouco...
Quando sentir é pouco...
Quando um olhar ...
... um beijo...
... um carinho...
Deus
"Sim"
"Eu quero..."
"Mô, vem!"
Aconchego
Cólo
Um sorriso beijado
Um beijo sorridente
Uma lágrima
Várias lágrimas
Um abraço
Vários abraços
Um cheiro
Um pedacinho do céu pra voar...
Uma câmera pra registrar
Devaneios de uma fotógrafa emocionada que não sabe o que dizer.
Só Drummond pra me retratar....

Ju e Ju... pra sempre!






















3 comentários:

Micha disse...

uau...vc arrasa nas fotos..
vc é do rio?

Micha disse...

de nikiti... q tdoooooo...
adorei saber disso...
beijosss

Micha disse...

de nikiti... q tdoooooo...
adorei saber disso...
beijosss

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...